quarta-feira, 11 de março de 2015

Da Série, não entendeu, eu desenho!


Antes Tarde do que Nunca!

A Executiva do PSDB declarou nesta quarta-feira apoio às manifestações contra o governo marcadas para o próximo domingo. 

A Executiva do partido aprovou uma resolução em que expressa seu apoio ao movimento apartidário. "O PSDB se solidariza com as manifestações de indignação dos brasileiros diante da flagrante degradação moral e do desastre econômico e social promovido pela presidente Dilma Rousseff", diz a nota elaborada pelo partido e assinada pelo presidente Aécio Neves. Do site da revista Veja
                                 
 NOTA OFICIAL DO PSDB 

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) se solidariza com as manifestações de indignação dos brasileiros diante da flagrante degradação moral e do desastre econômico-social promovidos pelo governo Dilma Rousseff.
O PSDB defende a livre manifestação de opinião e o direito à expressão dos cidadãos e, portanto, apoia os atos pacíficos e democráticos convocados para o próximo dia 15 de março em todo o país.

Mais do que uma garantia constitucional, a liberdade de pensamento e de crítica é fundamento essencial para o fortalecimento da vida democrática e o enraizamento social dos valores republicanos.

O PSDB repudia a atitude daqueles que, em nome de seus interesses partidários, cerceiam e deturpam o direito à livre manifestação, e tentam convencer a população de que a crítica aos governantes se confunde com atentados contra a ordem institucional e o Estado de Direito.

Na verdade, ao contrário de que alguns tentam fazer crer, os protestos que ocorrem nas redes sociais e nas ruas não defendem um terceiro turno, mas a rigorosa apuração de responsabilidades sobre a corrupção endêmica incrustrada no corpo do estado nacional, e cobra o abandono dos compromissos assumidos publicamente com a população. São manifestações legítimas de um país que vive em plena democracia e se posiciona perante múltiplas e graves crises.

Acreditamos que a participação popular melhora as instituições e eleva os padrões de governança pública. Por isso, o PSDB, através de seus militantes, simpatizantes e várias de suas lideranças participará, ao lado de brasileiros de todas as regiões do país, desse movimento apartidário que surge do mais legítimo sentimento de indignação da sociedade brasileira.

O PSDB reitera seu compromisso com todos os que desejam um país mais forte, íntegro, justo, solidário e democrático.

Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB
Senador Cássio Cunha Lima
Líder do PSDB no Senado Federal
Deputado Carlos Sampaio
Líder do PSDB na Câmara dos Deputados

Sem Pão com Mortadela.....



De acordo com O Globo, o governo pediu à Central Única dos Trabalhadores que cancelasse a manifestação marcada para sexta-feira (13). A pedido da Dilma, o ministro Miguel Rossetto reuniu-se com os dirigentes da CUT e pediu reiteradas vezes a suspensão, para que ele não sirva de base para levar mais pessoas às manifestações contra  governo marcadas para domingo (15).

Fontes ligadas ao governo afirmam que será muito ruim se os protestos da CUT levarem 500 pessoas às ruas e a manifestação de domingo, milhares. “Para efeito de comparação, será esmagador”, disse.